Centro de Artes de Sines
Projetos

Centro de Artes de Sines

O Centro de Artes de Sines, da dupla de arquitetos Aires Mateus, foi inaugurado em 2005. Apresenta uma volumetria recortada, que conjuga a solidez da pedra com a transparência de grandes rasgos de luz.

 

O Centro de Artes de Sines (CAS) é um projeto da dupla de arquitetos Aires Mateus, tendo sido inaugurado em 2005. Localiza-se junto ao centro histórico, próximo do castelo, ocupando o espaço do antigo Cineteatro Vasco da Gama e do Teatro do Mar. Constitui igualmente o ponto de charneira entre o núcleo medieval e a cidade moderna.

Centro de Artes de Sines Centro de Artes de Sines

Arquitetura

A volumetria é recortada, sendo formado por quatro grandes corpos interligados a nível da cave e piso térreo. Ocupa a totalidade do lote, sendo totalmente revestido a pedra lioz, que lhe confere assim uma tonalidade rosa.

Centro de Artes de Sines

As fachadas voltadas para a Rua Cândido dos Reis apresentam, no piso térreo, um rasgo de vidro a toda a sua extensão, que reflectem a envolvente. Constitui assim uma fronteira transparente, que possibilita uma fusão entre o edificado e a rua. No interior predomina o branco, em revestimentos de chão e paredes. Uma linguagem minimalista característica desta dupla de arquitetos.

Centro Artes Sines

A nível programático o Centro de Artes de Sines alberga um centro de exposições, a nova biblioteca municipal, um auditório de 200 lugares e o arquivo histórico municipal. Dispõe igualmente de uma cafetaria na cobertura onde se pode usufruir da vista sobre o centro histórico e o mar. É apoiado por um parque de estacionamento subterrâneo.

A coexistência de várias valências num mesmo edifício possibilita uma optimização dos espaços e dos recursos humanos. Por outro lado, pode servir vários estratos populacionais em simultâneo. Constitui-se portanto num edifício dinâmico e num catalisador à revitalização do centro histórico.

Centro de Artes de Sines Centro de Artes de Sines
Centro de Artes de Sines

Em novembro de 2012, foi inaugurado, nas traseiras do CAS, o Pátio das Artes. Trata-se de uma praça polivalente para acolhimento de acontecimentos culturais e cívicos.

Prémios

Prémio AICA/MC 2005
Finalista do Prémio Mies Van der Rohe 2007

_____
Artigos publicado em 2014.08.13 | Atualizado em 2019.01.29 

  •  
  •  
  •  
error: