Escola Superior de Tecnologia e Gestão em Beja

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão em Beja, projetada por Nuno Montenegro, é um volume branco e negro com um pórtico de 50 metros que lhe confere uma imagem arrojada.

 

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTIG) do Instituto Politécnico de Beja foi projetada por Nuno Montenegro (M.AR studio). A obra ficou concluída em 2016. O edifício tem uma área construída de 11600m2 e cércea de 2 pisos acima do solo e 1 piso parcialmente enterrado.

Do exterior, avista-se um edifício paralelepipédico predominantemente branco, quase cego. Apesar da sua grande escala o edifício dialoga harmoniosamente com a envolvente.

A entrada principal conforma-se num pórtico com vão de 50.70 metros. Trata-se, assim, de um dos maiores pórticos em betão pré-esforçado do mundo, constituindo portanto um elemento icónico da própria escola.

Entrando no espaço percebe-se que o edificado organiza-se em torno de um pátio ajardinado central, de grande dimensão. Alguns paramentos em negro contrastam com o branco dominante. Apontamentos como por exemplo um enorme código de barras inscrito numa das fachadas, ou conjuntos de figuras humanas recortadas em alguns dos paramentos, constituem elementos diferenciadores numa arquitetura de forma pura.

A linha reta e a horizontalidade dominam, assim, numa arquitetura minimal e arrojada.

Escola Superior de Tecnologia e Gestão em Beja

Escola Superior de Tecnologia e Gestão em Beja

Em 2014 o edifício  recebeu uma Menção Especial nos Architizer A+Awards.

 

+INFO

Montenegro Arquitetos

 

error: