Monsaraz

Monsaraz é considerada uma das mais antigas vilas de Portugal. Caracteriza-se pela presença marcante do xisto que contrasta com o branco do casario.

 

Monsaraz localiza-se no distrito de Évora, junto à fronteira com Espanha. Ergue-se no topo de uma colina rodeada da típica planície alentejana e próximo do lago formado pela barragem do Alqueva. É uma vila onde predomina o branco do casario que contrasta com o castanho dourado do xisto usado no pavimento de ruas e no pano de muralhas que a envolve totalmente.

Enquadramento histórico

O povoamento de Monsaraz remonta à pré-história, tendo sido na sua génese um castro. Nas aldeias próximas encontramos menires e outros vestígios de megalitismo que atestam, assim, o povoamento da zona desde a antiguidade. Um exemplo é o cromeleque de Xerez, localizado junto ao Convento da Orada, em Telheiro, a menos de 1 km de Monsaraz. Este cromeleque foi reinstalado neste local em 2004, após a construção da barragem do Alqueva. Pode igualmente visitar-se o menir da Bulhoa, na aldeia do Outeiro, e o menir do Outeiro na aldeia da Barrada. Este último com os seus 5,6m de altura é um dos mais imponentes menires isolados da Península Ibérica.

Cromeleque de Xerez

Monsaraz foi conquistada pela primeira vez aos mouros em 1167. Foi povoada a partir do século XIII, com a construção do castelo, em 1310, e do casario. Implantada no alto de uma colina, junto ao rio Guadiana, detinha portanto uma posição geográfica estratégica.

Após a restauração da Independência, em 1640, foi construída uma nova fortificação em redor da vila. A construção de fortes ao estilo Vauban veio, assim, possibilitar a prática de artilharia.

Monsaraz foi sede de concelho até meados do século XIX.

Em 2017, venceu na categoria “Aldeias Monumento” do concurso 7 Maravilhas de Portugal.

Monsaraz

Arquitetura

Monsaraz preserva a sua feição medieval, constituindo-se num pequeno núcleo muralhado. Os visitantes podem deixar o carro no parque de estacionamento “fora de portas” e descobrir a vila a pé. No interior as ruas são empedradas e a forte presença de xisto contrasta com o branco da cal que barra as paredes das casas.

Recomenda-se a visita ao castelo, localizado numa das extremidades da vila e que proporciona uma vista panorâmica sobre o lago formado pela Barragem do Alqueva.

Outro ponto de interesse é a muralha com as suas quatro portas. São elas: a Porta da Vila, acesso principal a Monsaraz, a Porta d’Évora, a norte na entrada da antiga via romana que vinha de Moura, a Porta d’Alcoba, a sul, e a Porta do Buraco, localizada a sudoeste, com duplo arco e que é presumivelmente a mais antiga.

Monsaraz Monsaraz

Monsaraz Monsaraz

A nível arquitectónico é ainda de destacar, no largo principal, a Igreja Matriz, a Misericórdia e o pelourinho.

Monsaraz Monsaraz

Artigo publicado em 2012.07.24 | Republicado em 2020.07.08

Registo fotográfico: 8 julho 2012

error: