Pavilhão de Portugal

Projetado por Álvaro Siza para a Expo98 o Pavilhão de Portugal após 20 anos devoluto entra brevemente em obras de requalificação

 

O Pavilhão de Portugal constitui um espaço emblemático no Parque das Nações em Lisboa. Projetado pelo arquiteto Álvaro Siza Vieira, para representar Portugal na Expo 98, está classificado como Monumento de Interesse Público. Ao longo dos anos deixou de ter uso o que acabou por acelerar um processo de degradação e desadequação sobretudo a nível de interiores. Desde agosto de 2015 o Pavilhão de Portugal passou a fazer parte do património da Universidade de Lisboa.

Em maio de 2018 foram então anunciadas obras de requalificação, a realizar entre 2019 e 2021. O edifício albergará um Centro de Congressos, um Centro de Exposições e um Centro de Recepção de Visitantes Internacionais. Será assim criado um auditório com capacidade de 650 lugares e a nível expositivo a Universidade de Lisboa ganha “uma possibilidade adicional de mostrar ciência, instrumentos científicos, preparação científica, sonho científico“.

Depois de tantos anos devoluto o Pavilhão de Portugal ganhará então nova vida. O projeto de requalificação é igualmente de Siza Vieira. 

 

O edifício existente é composto por dois corpos: o Pavilhão propriamente dito, de planta retangular, com cave e dois pisos; e a Praça Cerimonial, uma ampla área aberta, coberta por uma fina pala de betão de forma curva.


Pala do Pavilhão de Portugal : uma das dez melhores construções do mundo em betão

A pala, como é vulgarmente conhecida a cobertura da Praça Cerimonial, é uma estrutura formada por uma membrana de pequena espessura em betão armado de agregados ligeiros, suspensa mediante cabos de aço de alta resistência. A estrutura está assim ancorada a duas estruturas paralelas, os dois grandes pórticos revestidos de azulejos polícromos.  Cobre um vão de 65 metros de comprimento por 50 metros de largura. Possui altura máxima de 13 metros e mínima de 10 metros. A imagem é a de uma folha de papel assente em dois tijolos.


Em janeiro de 2016 o jornal inglês The Guardian listou a pala do Pavilhão de Portugal entre as dez melhores construções do mundo em betão.

_____
Artigo publicado 2016.01.12 | Atualizado 2018.12.04

error: