Escadas rolantes Montemor o Velho
Projetos

Percurso Pedonal Assistido de Montemor-o-Velho

Três lanços de escadas rolantes vencem o desnível da encosta sul do castelo de Montemor-o-Velho. Uma intervenção urbanística do Município coordenada pelo arquiteto Miguel Figueira.

 

O Percurso Pedonal Assistido de Montemor-o-Velho foi desenvolvido pela Divisão de Projeto Urbano do Município, com coordenação do arquiteto Miguel Figueira. Inaugurado em junho de 2013, vem, deste modo, melhorar as acessibilidades a moradores e potenciar o turismo.

 Escadas rolantes Montemor o Velho Escadas rolantes Montemor o Velho

O novo percurso une a cota baixa da Praça do Município à cota alta do antigo caminho de ronda do castelo. Vence assim um desnível de cerca de 30 metros. É constituído por três lanços de escadas rolantes, ladeadas de escadas em pedra.  Por outro lado, vários patamares a cotas intermédias fazem a transição entre os lanços de escadas e dão acesso a arruamentos existentes. Também os muros, em pedra, foram recuperados, sendo rematados a branco.

 Escadas rolantes Montemor o Velho

O percurso oferece-nos assim novos pontos de vista sobre a vila, os campos do Mondego e o próprio castelo. Somos tentados a (re)descobrir as ruas do núcleo histórico. Pode ver-se, assim, troços de muralha ou poemas inscritos em algumas paredes.

 Escadas rolantes Montemor o Velho

O subir/descer de habitantes e visitantes, como nós, introduziu um novo dinamismo a esta área. A criação deste percurso permitiu, igualmente, que o castelo se voltasse novamente para sul.

A intervenção valeu a atribuição do prémio AICA (Associação Internacional de Críticos de Arte) ao arquiteto Miguel Figueira. Pelo ” trabalho exemplar tanto na reabilitação do espaço público, como na criação de novos programas capazes de relançar” Montemor-o-Velho.

_____
Artigo publicado em 2017.02.10 | Republicado 2019.02.18

  •  
  •  
  •  
error: