Requalificação do Castelo de Pombal e zona envolvente

O Castelo de Pombal, cuja construção data do século XII, e toda a encosta envolvente foram alvo de um projeto de requalificação da autoria de Comoco arquitectos, concluído em 2011.

Enquadramento Histórico

Pombal localiza-se no centro de Portugal, no distrito de Leiria.

A história do Castelo de Pombal remonta ao século XII, à época da reconquista cristã, servindo assim de defesa às terras a sul do rio Mondego. Em 1509, por ordem de D. Manuel, o castelo sofre obras de beneficiação, reconstruindo-se a torre de menagem medieval. No início do século XIX, durante as invasões francesas, é completamente arruinado, ficando portanto ao abandono.

Em 1910 é considerado Monumento Nacional, sendo posteriormente restaurado nas décadas de 40 e 70 do século XX, bem como, entre 2000 e 2001. Contudo, durante o século XX, a envolvente paisagística do castelo permaneceu pouco cuidada o que levou a que a população não usufruísse deste espaço.

Requalificação do Castelo de Pombal e Zona Envolvente

Assim, com o objetivo de inverter esta situação, a Câmara Municipal promoveu a requalificação da envolvente do castelo, sendo concluída em 2011. O projeto é de Comoco arquitectos, que trabalharam em estreita colaboração com o município.

Foram, assim, criadas três áreas distintas:

– a zona na entrada, a nascente, onde se localiza o  parque de estacionamento e instalações sanitárias;

– um percurso pedonal na vertente sul, que une, assim, a zona de sopé ao castelo situado no topo. Ao longo do percurso, encontramos caixas em ripado de madeira que servem como espaços de estar e de contemplação da paisagem. Também a vegetação e árvores existente foram preservadas, sendo toda a encosta limpa.

– o espaço circundante do castelo que inclui uma cafetaria.

A cafetaria assume um imagem contemporânea, minimal sendo totalmente revestida a aço corten.  Esta materialidade reforça a dicotomia novo-existente. O volume, fecha-se para o castelo e abre-se para sul, para a paisagem. Constitui, assim, uma espécie de miradouro.

Os arranjos exteriores, englobam pavimentos em pedra calcária e areia compactada tanto nos novos percursos pedonais, como no espaço envolvente do castelo.

Musealização da Torre de Menagem e Receção de visistantes

Em abril de 2014, foi inaugurado, no interior do perímetro do castelo, o edifício de receção de visitantes. O novo volume foi desenhado para se assemelhar à materialidade e cor do castelo, fundindo-se com a envolvente. Assim, a nova receção constitui um pequeno volume, que lateralmente forma uma escadaria que dá acesso à cobertura em terraço. Esta é, assim, como que mais uma das plataformas do castelo, que permite observar mais de perto as janelas manuelinas.

Também a Torre de Menagem, sofreu ajustes, para adaptação a espaço museológico. A nível de arranjos exteriores, foram preservados os pavimentos em pedra existentes e colocada gravilha nos restantes espaços. O projeto é igualmente de Comoco, arquitectos.

O maior desafio do projeto esteve na definição de uma estratégia que não fosse ostensiva nem submissa em relação às múltiplas camadas de história que convivem no interior do recinto do muralhado.

 

Entrada e Parque de Estacionamento

Castelo

 Castelo de Pombal

 Castelo de Pombal

Cafetaria

 Cafetaria do Castelo de Pombal

 Cafetaria do Castelo de Pombal  Cafetaria do Castelo de Pombal

Percurso pedonal e zonas de estar

Castelo de Pombal

Castelo de Pombal

Castelo de Pombal

Castelo de Pombal

+INFO

Castelo de Pombal – C.M.Pombal

Artigo publicado em 07.01.2013 | Atualizado em 2020.05.29
Registo fotográfico: 2013 e 2016

error: