Teatro Municipal de Faro

O Teatro Municipal de Faro ou Teatro das Figuras é um projeto de Gonçalo Byrne. Assume-se como um edifício-objeto com uma linguagem claramente contemporânea.

 

O Teatro Municipal de Faro ou Teatro das Figuras localiza-se na antiga Horta das Figuras. A sua construção foi realizada no âmbito da nomeação de Faro como Capital Nacional da Cultura 2005. O projeto é da autoria do arquiteto Gonçalo Byrne.

Para além da construção do novo teatro, concluída em 2005, efetuou-se igualmente a reabilitação do Solar da Horta do Ourives (ou Solar Capitão Mor) e da Casa das Figuras. Ambas as preexistências datam do século XVIII.

Casa das Figuras Casa das Figuras

Arquitetura

O Teatro Municipal de Faro é assumidamente um edifício contemporâneo e com uma escala distinta da dos edifícios vizinhos preexistentes. O Teatro conforma-se num volume monolítico isolado de grande escala. É revestido a pedra, que sob a luz do sol ganha uma tonalidade dourada. No piso de entrada, todo o perímetro do edifício é envidraçado o que garante transparência e favorece a relação entre exterior e interior. Por outro lado, faz com que a grande massa construída, quase cega, não toque no chão, o que lhe dá uma certa leveza. A nascente, um recorte na forma paralelipipédica corresponde no interior à caixa de palco e contrasta pelo seu revestimento negro.

O Teatro tem uma sala com capacidade de 800 lugares e encontra-se preparado para acolher vários tipos de espetáculos: teatro, dança, música e cinema. Possui 2100m2 de área de implantação e cércea correspondente a cinco pisos, num total de 8.000m² de construção.

Teatro Municipal de Faro

Registo fotográfico: agosto 2013

error: